Você está em: Página Inicial > Unimed Vale do São Francisco > Dicas de Saúde

Problemas no pulmão: conheça-os e saiba como tratá-los.

Identifique os problemas que não deixam seus pulmões trabalharem bem e veja como tratá-los

Esses órgãos provavelmente não ocupam o primeiro lugar em sua lista de preocupações. Mas deveriam. Se eles não estão funcionando direito, pode ter certeza de que o resto do seu corpo sente essa deficiência. Aqui, as doenças que podem afetar seus pulmões e como combatê-las.

 
Pneumonia
O QUE É: infecção causada pela inalação de bactérias, fungos ou vírus que irritam os alvéolos e deixam um ou os dois pulmões com pus e líquido.
SINAIS: tosse com escarro (podendo conter sangue escuro), dores reumáticas e torácicas, febre, calafrios, dor de ouvido e de garganta, aceleração do pulso e respiração ofegante.
CONTRA-ATAQUE: a vacinação adequada reduz o risco de desenvolver a pneumonia.

Bronquite
O QUE É: infecção por bactéria ou vírus em ductos brônquicos que desencadeia inflamação, produção excessiva de muco e dor ao tossir. Refluxo gastroesofágico, fumo e poluição aumentam o risco de bronquite.
SINAIS: expectoração mucosa e dificuldade para respirar.
CONTRA-ATAQUE: de acordo com estudo publicado no American Journal of Medicine, a vaporização ajuda a limpar o muco dos pulmões. Durante um banho quente, inspire o vapor da água.

Câncer de pulmão
O QUE É: tipo comum de câncer que geralmente é causado pelo tabagismo.
SINAIS: tosse persistente, respiração curta, escarro com sangue, rouquidão, dor torácica ao respirar, entre outros.
CONTRA-ATAQUE: beba vinho. Um copo por dia reduz em 13% o risco de desenvolver a doença. Mas cuidado: álcool piora a crise asmática e a bronquite.

Hipertensão pulmonar
O QUE É: ocorre quando há pressão sangüínea alta nas artérias.
SINAIS: os mais comuns são fadiga e respiração curta. O diagnóstico complexo exige exames adicionais.
CONTRA-ATAQUE: o teste de BNP relaciona altos níveis desse hormônio específico a um maior risco da doença. Se você tem histórico familiar, faça esse exame.

Asma
O QUE É: receptores hipersensíveis dos brônquios são ativados por alergias, exercícios ou estresse, causando inflamação, broncoconstrição (estreitamento da passagem interna de ar para os pulmões) e produção excessiva de muco.
SINAIS: freqüentes crises de falta de ar, chiado no peito, tosse forte durante a noite e respiração curta pela manhã são alguns avisos. Os homens são de duas a quatro vezes mais propensos a ter asma do que as mulheres.
CONTRA-ATAQUE: “O consumo regular de café ou chá é benéfico, pois essas bebidas contêm cafeína e teofilina, que atuam como broncodilatadores”, ensina o dr. José Ernesto Succi, professor adjunto da Unifesp, especialista em tórax.

Fonte: Men's Health

 Voltar ao Índice de Dicas

    Site desenvolvido por Juarez Neto - www.juarezneto.com.br