Você está em: Página Inicial > Unimed Vale do São Francisco > Dicas de Saúde

O que fazer para aliviar as cólicas menstruais?

A cólica mentrual pode ser resultado de dois fatores: da contração do útero ou da inflamação do peritônio, uma membrana que forra a parede abdominal. No período da menstruação, o organismo libera um hormônio chamado prostaglandina, que faz com que o útero contraia e solte o endométrio (mucosa interna), resultando no fluxo menstrual. Já o peritônio é sensível ao sangue e, portanto, fica inflamado quando a mulher menstrua. O resultado é aquela dorzinha chata de que tanto as mulheres reclamam. Algumas terapias, entretanto, ajudam a diminuir esse incômodo:


Escalda-pés

Ideal para cólicas moderadas, ele une duas técnicas: aromaterapia e reflexologia. A primeira restaura as energias curativas do corpo e a segunda estimula zonas reflexas do pé. Coloca-se água a 37oC, bolinhas de gude e 30 gotas de óleo essencial em uma bacia. A água estimula a circulação sangüínea e as bolinhas exercem pressão sobre os pontos correspondentes ao útero, aliviando a dor. Já os óleos (de lavanda, gerânio, sálvia esclaréia ou manjerona), ajudam a pôr o corpo em equilíbrio. Após 20 minutos de imersão, vista meias e repouse por um tempo.


Reflexologia

A técnica baseia-se na crença de que cada ponto do pé reflete uma parte do corpo. O dedão, por exemplo, corresponde à cabeça e, portanto, é zona reflexa deste membro. De acordo com a reflexologia é possível eliminar dor e mal-estar massageando corretamente esses pontos, atingindo assim os órgãos. No combate às cólicas menstruais, o profissional exerce pressão com o polegar direito em um ponto logo abaixo do dedão, que estimula a glândula supra-renal. Ao fazer isso, o organismo libera a cortisona, um tipo de hormônio que tem ação antiinflamatória. Pode-se também estimular o útero pressionando a região próxima ao calcanhar, promovendo assim o relaxamento do órgão. A melhora é imediata.


Moxabustão

"O princípio dessa terapia é o mesmo da acupuntura: liberar o fluxo energético através dos canais conhecidos como meridianos, para acabar com a dor. A diferença, entretanto, é que em vez de agulhas usa-se a artemísia, uma planta de origem oriental. A técnica consiste em colocar a moxa - nome dado à folha depois de seca, moída e peneirada ou a uma espécie de charuto feito com ela - sobre os pontos afetados e acendê-la, no caso da planta moída, com um incenso japonês. O processo de recuperação ocorre graças à penetração do calor no corpo. Para cólicas, a moxa deve ser aplicada na região do abdome e do púbis.


Fonte: Revista Estilo Natural

 Voltar ao Índice de Dicas

    Site desenvolvido por Juarez Neto - www.juarezneto.com.br